Cristo em mim

Cristo em mim

15/08/2020 0 Por Cris Freitas

O que de Tuas mãos eu recebi,

Ninguém jamais poderá me tirar.

Caiam as chuvas, abalem-se os montes,

Tua vida em mim para sempre estará.

Ó, divina esperança da glória!

Cristo habitando em todo que creu.

De uma vez para sempre o véu foi rasgado.

Tabernáculo santo, agora, sou eu.

Enxertado em comunhão eterna e bendita,

Hoje tenho livre acesso ao trono do Pai.

De onde recebo Sua graça infinita

Pois para ali Tua bondade sempre me atrai.

Escrita e lida por todos os homens,

Como carta de Cristo eu vivo agora,

Em meu coração estão Teus retos preceitos,

E testemunho a salvação pelo mundo afora.